null

O que significa “não comedogénico”, “hipoalergénico” e “sem fragrâncias adicionadas”?

‘Non-Comedogenic’,_‘Hypoallergenic’_and_‘Fragrance-Free’--1

Se costuma prestar atenção aos rótulos dos produtos para os cuidados da pele, poderá estar familiarizada/o com os termos “não comedogénico”, “hipoalergénico”, e “sem fragrâncias adicionadas”. Afinal de contas, há anos que os dermatologistas recomendam produtos com estas características. Mas se só agora está a iniciar uma rotina de cuidados da pele ou se ainda não está familiarizada/o por completo com estes termos, aqui fica uma breve explicação:

1. Não comedogénico

Para compreender este termo, precisamos de responder primeiro a esta pergunta: «O que é um comedão?» Os comedões são folículos pilossebáceos obstruídos. Resultam da acumulação de sebo e de células mortas. Os comedões abertos são vulgarmente conhecidos como pontos negros, enquanto os comedões fechados são geralmente chamados de pontos brancos.

Os produtos não comedogénicos são normalmente recomendados a pessoas com pele oleosa ou com tendência acneica. Estes produtos geralmente têm uma textura mais fluida e maior percentagem de água na sua composição e foram concebidos para não obstruir os poros.

No entanto, é importante que saiba que, embora os produtos não comedogénicos sejam adequados para peles oleosas ou com tendência acneica, não são uma garantia de que a sua pele nunca mais tenha borbulhas ou comedões. Por isso, analise o rótulo e considere o “não comedogénico” como uma orientação útil, mas tenha em atenção que cada caso é um caso, por isso procure aconselhamento do seu médico dermatologista ou farmacêutico sobre as opções mais adequadas ao seu tipo de pele.

2. Hipoalergénico

Aqui está outro termo comum encontrado em muitos cosméticos e produtos para o cuidado da pele. A menção “hipoalergénico” no rótulo serve para indicar que certos produtos foram formulados para minimizar o seu potencial alergénico. Ou seja, produtos hipoalergénicos são produtos onde a presença de alergenos conhecidos ou precursores de alergenos foi totalmente evitada.

A menção “hipoalergénico” no rótulo pode ser útil para pessoas com pele sensível ou com tendência a irritação. No entanto, é importante ter em conta que o uso do termo "hipoalergénico" não garante uma completa ausência de risco de uma reação alérgica. Aconselhe-se junto do seu médico dermatologista ou farmacêutico sobre quais os produtos mais adequados para si.

3. Sem fragrâncias adicionadas

Existem determinados compostos presentes em baixas concentrações nos cosméticos que são destinados a proporcionarem-lhes um cheiro agradável.

No entanto, as fragrâncias estão associadas a um maior risco de irritação da pele e de alergias a produtos cosméticos. Assim, pessoas com pele sensível devem optar por formulações livres de aromas, pelo que, a menção “sem fragrâncias adicionadas” ou “sem perfume” no rótulo dos produtos cosméticos pode ser uma orientação útil.

Tenha em atenção que cada caso é um caso, por isso procure aconselhamento do seu médico dermatologista ou farmacêutico sobre as opções mais adequadas ao seu tipo de pele.



Referências :


  • Technical document on cosmetic claims, agreed by the Sub-Working Group on Claims (version of 3 July 2017)
  • Scientific Commitee on Consumer Safety – Opinion on Fragrance Allergens in Cosmetics Products, SCCS/1459/11 (2012)
  • González-Muñoz P, et al. Allergic contact dermatitis caused by cosmetic products. Actas Dermosifiliogr. 2014;105(9):822-832
  • Duarte I, et al. Sensitive skin: review of an ascending concept. An Bras Dermatol. 2017;92(4):521-5.
  • Escalas-Taberner J, et al. La piel sensible: un síndrome complejo. Actas Dermosifiliogr. 2011;102(8):563-57
null